Ambiência e Equipe Obstétrica – A Responsabilidade Dos Hospitais

No Brasil, 99% dos partos acontecem em serviços de saúde. Apesar de haver uma discussão bastante rica sobre a assistência ao parto domiciliar em nosso país, vamos focar esse post nos dois principais ambientes de parto acessíveis à população em geral, chamados de Centros Obstétricos (CO) e os Centros de Parto Normal (CPN).

Ler Artigo →

Placenta: De Quem É?

Indubitavelmente, a placenta é nossa. A surpresa que isso provoca em hospitais e profissionais é devida à falta de hábito. Razões culturais provocam a resposta: “Não, a placenta fica aqui (no hospital)”. Não há fundamento legal para esta pretensão. Cabe, portanto, a nós mulheres exigir o cumprimento de mais um direito. O que foi produzido pelo nosso corpo e que inclusive é um órgão perfeitamente sadio é nosso. Não há motivos médicos ou legais para não levar nossa placenta para casa.

Ler Artigo →

Não Dê Jeitinho, Use o Seu Direito!

Ontem foi publicada na Folha uma matéria sobre as gestantes que estão “com um jeitinho” driblando as exigências do Plano de Saúde Amil e Medial, bem como do Hospital São Luiz, para que as usuárias daquelas operadoras possam ter parto normal no hospital com o pagamento feito pelo plano de saúde que pagam mês a mês. Isso porque aquele hospital, no contrato com a operadora de saúde, cobre apenas cirurgia eletiva.

Ler Artigo →